Ordem de serviço de manutenção preventiva em 8 etapas!

A Ordem de Serviço de Manutenção Preventiva é um componente crucial para o sucesso das operações empresariais em diversos setores. 

Ter uma ordem de serviço bem estruturada, que abrange desde a definição dos elementos essenciais até a implementação de estratégias de planejamento e registro de dados, pode favorecer diretamente o seu trabalho, rotina e recursos.

Mas, se você não entende como funciona essa relação, como organizar a ordem de serviço de manutenção preventiva pode facilitar seu dia a dia, está na hora de descobrir.

Nesse guia você vai aprender como otimizar suas práticas de manutenção preventiva para maximizar o desempenho dos seus ativos, reduzir os custos operacionais e minimizar o tempo de inatividade não planejado. 

Está preparado para impulsionar a eficiência e confiabilidade das suas operações de manutenção, garantindo o funcionamento ideal dos seus equipamentos e a segurança operacional da sua empresa? Então, acompanhe a leitura!

O que é ordem de serviço de manutenção preventiva?

Uma ordem de serviço de manutenção preventiva é um documento utilizado pelas empresas para planejar e executar atividades de manutenção preventiva em seus equipamentos e instalações. 

Essa ordem de serviço contém informações detalhadas sobre as tarefas a serem realizadas, incluindo:

  • Descrição dos procedimentos de manutenção;
  • Periodicidade das inspeções;
  • Recursos necessários;
  • Responsabilidades dos envolvidos.

O principal objetivo da ordem de serviço de manutenção preventiva é garantir que os equipamentos e instalações operem de forma confiável, prolongando sua vida útil, reduzindo o risco de falhas e minimizando o tempo de inatividade não planejado. 

Essa prática ajuda a evitar problemas antes que ocorram, economizando tempo e dinheiro para a empresa e contribuindo para a segurança dos colaboradores e do ambiente de trabalho.

Afinal, com o aumento da demanda por serviços de manutenção, ter uma gestão organizada dos processos pode favorecer até mesmo a produtividade da sua empresa.

Tipos de gestão de estoque

Como organizar a Ordem de Serviço de Manutenção Preventiva em 8 etapas

Uma ordem de serviço organizada é essencial para garantir um planejamento eficiente, controle adequado das atividades, registro preciso, eficiência operacional e segurança no ambiente de trabalho. 

Ao manter uma ordem de serviço de manutenção preventiva organizada, é possível minimizar o tempo de inatividade não planejado, otimizar recursos e garantir a operação eficaz dos equipamentos.

Então, quer aprender como organizar uma ordem de serviço de manutenção preventiva da forma mais correta possível?

Vamos te ajudar a fazer isso em 8 etapas, acompanhe:

1. Identificação dos equipamentos

Na etapa de Identificação dos Equipamentos, é essencial realizar um levantamento minucioso de todos os equipamentos e sistemas que requerem manutenção preventiva. 

Dessa forma, envolve catalogar cada item de maneira clara e precisa, incluindo detalhes como modelo, número de série e localização na empresa. 

Uma identificação cuidadosa evita a negligência de equipamentos críticos, pois garante que todos sejam abrangidos pelo programa de manutenção.

Além disso, ao fazer isso a empresa pode melhorar a eficiência operacional e prolongar a vida útil de seus ativos. 

Este processo também facilita a localização rápida de equipamentos durante inspeções e agendamento de manutenções.

2. Definição das atividades

Na etapa de Definição das Atividades, após identificar os equipamentos, é imprescindível determinar quais atividades de manutenção preventiva serão realizadas em cada um deles. 

Essas atividades podem abranger uma variedade de procedimentos, como inspeções visuais para identificar sinais de desgaste, testes de funcionamento para garantir o pleno operacionalidade, lubrificação de componentes móveis, limpeza de resíduos e a substituição de peças que apresentem desgaste ou defeitos.

Mas, para assegurar a eficácia do programa de manutenção, é essencial basear essas atividades em recomendações dos fabricantes dos equipamentos, normas técnicas pertinentes ao setor e na experiência prática da equipe responsável pela manutenção. 

Ao fazer isso, a empresa pode garantir a integridade dos seus equipamentos, minimizando o risco de falhas inesperadas e prolongando sua vida útil. 

Essa abordagem proativa contribui para a confiabilidade das operações e reduz os custos relacionados a reparos emergenciais.

3. Estabelecimento de frequência

Na etapa de Estabelecimento de Frequência, é necessário programar cada atividade de manutenção preventiva em intervalos regulares, levando em consideração a criticidade do equipamento e suas condições operacionais. 

A frequência das atividades pode variar de acordo com diversos fatores, como o tipo de equipamento, sua idade, o ambiente de operação e as recomendações dos fabricantes.

Entretanto, ao estabelecer uma frequência adequada para cada atividade, a empresa assegura a confiabilidade dos equipamentos e reduz o risco de falhas inesperadas que possam impactar as operações. 

Dessa forma, é possível manter os equipamentos em pleno funcionamento, prolongando sua vida útil e evitando custos desnecessários com reparos emergenciais.

4. Designação de responsabilidades

Na etapa de Designação de Responsabilidades, é essencial atribuir responsabilidades claras aos membros da equipe envolvidos no programa de manutenção preventiva. Cada membro deve compreender suas funções, desde o agendamento das atividades até a execução e o registro das mesmas.

Essa clareza garante que a execução da manutenção seja consistente e eficiente. Dessa forma, evitando atrasos e garantindo que todas as tarefas sejam realizadas adequadamente e dentro do prazo.

Com responsabilidades bem definidas, a equipe pode colaborar de forma mais eficaz, contribuindo para a eficiência do programa e para a integridade dos equipamentos.

5. Alocação de recursos

Na etapa de Alocação de Recursos, é fundamental garantir que todos os recursos necessários para a execução do programa de manutenção preventiva estejam disponíveis e adequadamente gerenciados. Isso inclui pessoal qualificado, ferramentas, equipamentos e materiais necessários para realizar as atividades de manutenção de forma eficaz.

Uma gestão eficiente dos recursos é essencial para evitar atrasos e interrupções na execução das atividades de manutenção. 

Garantir que a equipe tenha o treinamento e a capacidade necessária para realizar as tarefas atribuídas é crucial para o sucesso do programa.

Além disso, é importante manter um controle adequado dos materiais e equipamentos, garantindo que estejam disponíveis quando necessários e que não haja falta de recursos durante a execução das atividades.

Ao garantir uma alocação adequada de recursos, a empresa pode maximizar a eficiência do programa de manutenção preventiva, reduzir o tempo de inatividade não planejado e prolongar a vida útil dos equipamentos. Isso também contribui para a segurança dos trabalhadores e a integridade das operações.

6. Agendamento de tarefas

Na etapa de Agendamento de Tarefas, é crucial que a equipe elabore um cronograma detalhado para a execução das atividades de manutenção preventiva. Isso assegura a realização oportuna e eficiente de todas as tarefas, reduzindo o risco de falhas e mantendo a confiabilidade dos equipamentos.

Ao planejar o cronograma, é importante considerar a disponibilidade de equipamentos e pessoal. Isso inclui garantir que os recursos necessários estejam disponíveis no momento certo e que não haja conflitos de agenda que possam afetar a execução das tarefas.

Um cronograma bem elaborado permite distribuir equilibradamente as atividades ao longo do tempo, evitando sobrecargas e garantindo a conclusão das tarefas dentro dos prazos estabelecidos.

Por sua vez, isso contribui para a eficácia do programa de manutenção preventiva e para o bom funcionamento das operações da empresa.

7. Registro de dados

Na etapa de Registro de Dados, é fundamental manter registros detalhados de todas as atividades de manutenção preventiva realizadas. 

Esses registros incluem informações como datas de execução, descrição das atividades realizadas e quaisquer problemas identificados durante a inspeção.

Manter registros precisos e atualizados ajuda a documentar o histórico de manutenção de cada equipamento, fornecendo uma visão completa das atividades realizadas ao longo do tempo. 

Afinal, isso facilita a análise de tendências e a identificação de áreas que requerem melhoria, permitindo ajustes no programa de manutenção preventiva conforme necessário.

Além disso, os registros de dados servem como evidência de conformidade com regulamentações e normas, além de serem úteis em auditorias e inspeções de segurança. 

Portanto, é essencial manter um sistema eficaz de registro de dados para garantir o sucesso do programa de manutenção preventiva.

8. Monitoramento e análise da ordem de serviço de manutenção preventiva

Monitorar o desempenho dos equipamentos e analisar os dados registrados são etapas fundamentais para garantir a eficácia do programa de manutenção preventiva. 

Essas análises permitem identificar tendências, padrões ou áreas que requerem melhorias na manutenção.

Ao acompanhar o desempenho dos equipamentos ao longo do tempo, é possível detectar possíveis problemas antes que se tornem falhas graves, permitindo intervenções proativas. 

Além disso, a análise dos dados registrados ajuda a identificar oportunidades de otimização do programa de manutenção, como ajustes na frequência das atividades ou na alocação de recursos.

Ao tomar decisões embasadas em dados, as empresas podem melhorar a confiabilidade dos equipamentos, reduzir os custos de manutenção e evitar paradas não planejadas na produção.

sistema de emissão de nota fiscal

Por que ter um sistema de ordem de serviço de manutenção preventiva?

Ter um sistema de ordem de serviço de manutenção preventiva é fundamental para garantir a eficiência operacional e a confiabilidade dos equipamentos. 

Ele permite planejar, programar e executar as atividades de manutenção de forma organizada e sistemática. 

Isso ajuda a prevenir falhas inesperadas, reduzir o tempo de inatividade não planejado e prolongar a vida útil dos ativos. 

Além disso, o sistema de ordem de serviço permite um registro detalhado das intervenções realizadas. Por sua vez, facilita a análise de dados e a identificação de áreas de melhoria. 

Em resumo, ele contribui para a otimização dos processos de manutenção e para a eficácia das operações da empresa.

Ordem de serviço de manutenção preventiva digital: conheça a alternativa

A ordem de serviço de manutenção preventiva digital oferece uma maneira moderna e eficaz de gerenciar as operações de manutenção em empresas de diversos setores. 

Com a digitalização, é possível eliminar a dependência de processos manuais em papel, trazendo uma série de benefícios para a gestão de ativos e equipamentos.

Uma das principais vantagens da adoção de sistemas digitais é a possibilidade de acesso remoto às ordens de serviço a partir de qualquer dispositivo conectado à internet, que proporciona maior flexibilidade na gestão das atividades de manutenção e o progresso das tarefas de qualquer lugar e a qualquer momento.

Além disso, os sistemas digitais oferecem recursos avançados de automatização de processos, indo desde o agendamento de tarefas até o envio de lembretes e atualizações de status, com um registro preciso de dados. 

A digitalização possibilita registrar detalhadamente todas as atividades de manutenção, fornecendo um histórico completo para análise e melhorias, antecipando problemas e embasando decisões.

Organize a sua rotina de manutenções com o AGORAOS

Conheça o AGORAOS, um sistema de ordem de serviço digital para manutenção, seja você um prestador de serviço ou uma assistência técnica. 

Com ele, é possível criar um modelo de ordem de serviço personalizado para cada necessidade, seja para manutenção interna ou externa. 

O AGORAOS oferece flexibilidade, permitindo que você imprima ou envie a ordem de serviço em PDF para o e-mail do cliente, além de contar com um aplicativo para celular que pode ser usado pelos técnicos em campo. 

Com recursos como localização em tempo real da equipe de campo, controle de estoque, faturamento avançado e emissão de notas fiscais, o AGORAOS é a solução completa para a gestão eficiente de ordens de serviço de manutenção preventiva.

Acesse o site do AGORAOS e conheça mais sobre a plataforma!

Veja também: